Carlos Castaneda

"Todos os caminhos são iguais: não levam a lado nenhum."
---Don Juan

Carlos Castaneda foi autor de uma série de best-sellers centrados num shaman Mexicano e visões induzidas farmacologicamente. Chamou a essa personagem Don Juan Matos. Castaneda afirmou que fazia antropologia, que os seus livros não eram ficção. Recebeu um Ph.D. pelo UCLA Anthropology Department em 1973 pelo seu terceiro livro, Journey to Ixtlan. Criticos afirmam que o seu trabalho não é etnograficamente correcto e que são obras de ficção.

Os livros de Castaneda estão cheios de histórias de magia, feitiçaria, experiências fora do corpo, etc. Os seus primeiros livros chegam ao mercado nos anos sessenta quando a cultura americana está fascinada pelos Senhores das Drogas como Timothy Leary. Estes, acreditavam que as mudanças quimicas sofridas pelo cerebro e que os levavam a perceber o mundo de modo diferente, eram passos para um plano "divino". Ficar "high" significava abrir as portas da percepção para uma realidade superior.

Castaneda afirma ter encontrado Don Juan em 1960 numa paragem de autocarros em Nogales, no Arizona. Castaneda era estudante de antropologia e fazia investigação sobre plantas medicinais usadas pelos Indios do Sudoeste. Afirma que Don Juan o tornou aprendiz de feiticeiro e que o introduziu ao mundo do peyote, etc. É pouco provável que um grande shaman apanhasse alguem num paragem de autocarro e o tornasse seu discipulo, mas nunca o saberemos pois ninguem, excepto Castaneda, encontrou Don Juan. Era Don Juan uma invenção? Talvez, mas os livros de Castaneda venderam oito milhões de cópias. Como?

Preencheu, obviamente, uma necessidade. Contou boas histórias e deu conselhos enigmáticos. Deu esperança às pessoas, especialmente aqueles que acreditam que quanto mais a civilização moderna se torna tecnológica, mais se afasta da sua natureza espiritual. Mas os velhos shamans sabem! Conhecem verdades que os modernos cientistas nem sonham! E tomam drogas! Talvez seja por isso que pensam que podem voar e transmigrar-se em pássaros e outros animais.

Nos ultimos anos, Castaneda introduziu um novo modo de ficar "high": Tensegridade. Inclui meditação, exercicios, um ovo luminoso, um ponto de reunião, despersonalização, sonhos e outras magias da New Age. Tensegridade, alegadamente, leva à percepção da "energia pura," quebrando as barreiras para uma consciência superior. É suposto basear-se em magias antigas, conhecidas dos shamans Indios há séculos.


Links

Fikes, Jay Courtney. Carlos Castaneda, Academic Opportunism and the Psychedelic Sixties (Millennia Press, 1996).

Lindskoog, Kathryn. Fakes, Frauds & Other Malarkey : 301 Amazing Stories & How Not to Be Fooled (Zondervan Publishing House, 1993). (read an excerpt on Castaneda)

recuarhome