sd.gif (2133 bytes)
Robert Todd Carroll

 the truth is in here!
Dicionário do Cético

Busca no Dicionário do Cético




Busca Avançada

vertline.gif (1078 bytes)

"contras"

Pessoas "do contra" são as que posam como céticas, recusando-se a aceitar conclusões de consenso na ciência com base no fato de ainda haver alguma incerteza. Nas palavras de Chris Mooney:

Isto não quer dizer que o consenso científico esteja certo em todos os casos. Na verdade, há exemplos famosos em que ele se demonstrou errado. Vem à mente Galileu, assim como um funcionário de escritório de patentes chamado Einstein. Na imensa maioria dos casos modernos, no entanto, pode-se esperar que o consenso científico sobreviva ao escrutínio, precisamente porque foi alcançado através de um longo e rigoroso processo de crítica e ceticismo profissional. *

Os contras são particularmente atuantes nas áreas do aquecimento global e outras questões ambientais. Exigem intermináveis análises das questões, não para assegurar que se chegue à conclusão mais razoável, mas sim para evitar que qualquer ação seja tomada. Poluidores e quaisquer outros que se oponham a regulamentações governamentais são bem servidos pelo paralisar-por-analisar praticado pelos contras. Estes freqüentemente chamam suas infindáveis exigências por mais estudos e suas alegações de que ainda há dúvidas — não importando qual consenso haja — de "ciência sólida" (sound science), um jargão para designar em ciência o que equivale às práticas protelatórias para evitar votações no congresso.

Em lugar de exigir que se pesquise mais profundamente com a finalidade de que se esclareçam questões, os contras querem apenas criar uma cortina de fumaça para que as pessoas não possam enxergar o que realmente está acontecendo. A função deles é tumultuar, semear dúvida e confusão e promover a idéia falsa de que "ciência sólida" é uma ciência em que não se podem encontrar visões contrárias. A filosofia dos contras é a novilíngua orwelliana em sua plenitude: Parte da melhor ciência disponível é rotulada por eles de "lixo científico" (junk science), simplesmente por existirem opiniões contrárias que podem ser defendidas por uma ínfima minoria.

leitura adicional

Mooney, Chris. (2005). The Republican War on Science. Basic Books.

©copyright 2006
Robert Todd Carroll

traduzido por
Ronaldo Cordeiro

Última atualização: 2006-03-25

Índice