sd.gif (2133 bytes)
Robert Todd Carroll

 the truth is in here!
Dicionário do Cético

Busca no Dicionário do Cético




Busca Avançada

vertline.gif (1078 bytes)

homeopatia complexa

Homeopatia complexa é a homeopatia que emprega remédios que consistem em misturas de ingredientes, ou que prescreve vários remédios combinados. A potência desses remédios pode variar. Na homeopatia clássica, empregam-se remédios únicos de uma dada potência.

A homeopatia complexa escolhe os remédios baseando-se principalmente nos sintomas do paciente, em vez de numa entrevista pessoal detalhada. Sintomas como produção de muco quando se está resfriado, vômito ou suor quando se está febril, aumento da urina quando se tem uma infecção de bexiga e diarréia são interpretados como uma forma natural pela qual o organismo se livra do que quer que o esteja afligindo. São selecionados remédios que não suprimam, mas que, ao contrário, estimulem esses processos naturais de eliminação.

O Dr. Hans Heinrich Reckeweg, médico da Alemanha, raciocina que "se houvessem dez remédios que fizessem a mesma coisa, seria prudente incluir todos eles em uma só fórmula, e deixar que o sistema do paciente escolhesse o que preferiria." * Reckeweg também acrescentou diferentes potências dos mesmos remédios e permitiu que o sistema do paciente escolhesse não só qual remédio preferia, mas também qual a potência preferida do remédio. Não fica claro por que razão isso seria prudente, mas imprudente não seria, já que os remédios homeopáticos são essencialmente inertes. Quando se somam dez zeros, ainda se tem zero. Mas isso não funcionaria com substâncias ativas como os narcóticos. Se alguém tomar dez narcóticos diferentes e deixar que organismo escolha qual deles prefere, é mais provável que ele não tenha que tomar mais nenhuma decisão sobre qualquer coisa. O Dr. Reckeweg desenvolveu mais de 2.000 remédios durante os 40 anos em que praticou o que chamava de "homotoxicologia."

Os praticantes da homeopatia complexa prezam a desintoxicação do organismo e parecem ver a doença como algo complicado pelas toxinas que ele luta para eliminar. Essas toxinas podem se dever a poluentes ambientais, ou a coisas como o abuso de drogas ou fumo.

A terapia Homeopática Complexa é voltada para os fatores de stress específicos daquele paciente, em lugar de seu tipo constitucional, e os remédios são combinados de forma a cobrir o maior número de distúrbios tóxicos e funcionais. O objetivo é reduzir a carga de stress tóxica e outras, e assim liberar as enercias do paciente que estão retidas na luta contra esses fatores de stress. *

Uma das variantes da homeopatia complexa é chamada de homeopatia de ressonância por seu criador, o Dr. Roy Martina, médico da Holanda, que alega poder amplificar a energia de um remédio misturando-o com "outros ingredientes cuidadosamente escolhidos, com assinaturas energéticas semelhantes." * Segundo o Dr. Martina,

O objetivo da homeopatia de ressonância é criar a melhor ressonância harmonizadora para o organismo e usar ingredientes potentes para criar aquela força sinérgica única, que estimulará o organismo a curar a si próprio.

Esse pode ser o objetivo, mas o Dr. Martina dá poucas informações sobre o que ele poderia querer dizer com isso, e ainda menos evidências sobre como esse objetivo pode ser conseguido.

Veja verbetes relacionados sobre medicina antroposófica, homeopatia, isopatia, e nosódios.


leitura adicional

©copyright 2003
Robert Todd Carroll

traduzido por
Ronaldo Cordeiro

Última atualização: 2004-04-03

Índice