sd.gif (2133 bytes)
Robert Todd Carroll

 the truth is in here!
Dicionário Céptico

Busca no Dicionário Céptico




Busca Avançada

vertline.gif (1078 bytes)

Raelianos (Raëlians)

Claude VorilhonOs Raelianos são membros de uma seita-OVNI, seguidores do francês Claude Vorilhon, ex-jornalista automobilístico e ex-piloto de carros de corrida, que adotou o nome de Raël. Ele conta que, em 13 de dezembro de 1973, estava num vulcão próximo a Clermont-Ferrand, na França, quando avistou um OVNI "de 7 metros de diâmetro, feito de um metal prateado muito brilhante, movendo-se em total silêncio." Afirma que uma criatura radiante surgiu e confiou a ele uma mensagem, revelando a verdadeira origem da humanidade, e disse que daquele ponto em diante ele seria conhecido como Raël, que significa "mensageiro."

Seus seguidores o consideram "o profeta do terceiro milênio," Como todos os bons líderes religiosos, Raël espera que seus seguidores o sustentem. Um dízimo de 10% é a regra.

Ele explica sua missão no livro, The True Face of God [A Verdadeira Face de Deus]. Segundo Taras Grescoe, da Salon.com, Vorilhon afirma que

foi levado ao planeta dos Elohim num disco voador em 1975, onde foi apresentado a terráqueos famosos, como Jesus, Buda, Joseph Smith [N.T. fundador do Mormonismo] e Confúcio. Os Elohim, pequenos seres de forma humana, com pele verde pálida e olhos de amêndoas, foram aparentemente a inspiração original para o Deus Judaico-Cristão. Informaram a Vorilhon que ele seria o profeta final -- enviado para transmitir uma mensagem de paz e meditação sensual à humanidade, sob seu novo nome de Raël -- antes que os Elohim retornem a Jerusalém em 2.025.

Raël afirma que os Elohim ensinaram que a raça humana foi criada a partir do DNA de alienígenas há uns 25.000 anos. (Na verdade, toda a vida na terra teria sido criada em laboratórios alienígenas) Entre outras coisas, Raël também aprendeu que a clonagem é o caminho para a imortalidade, e que não existe Deus nem alma. Segundo Raël, nossos criadores alienígenas querem que sejamos belos e atraentes, e vivamos uma vida sensual, livre das restrições da moralidade tradicional Judaico-Cristã.

Segundo Grescoe, "o sucesso de Raël parece ser conseqüência de oferecer um ambiente estruturado para um comportamento decadente: Ele oferece uma área de lazer sem culpas para o hedonismo e a experimentação sexual." Felizmente, os raëlianos são grandes usuários de preservativos. Assim não espalharão tantas doenças. No entanto, o uso de preservativos não será suficiente para reduzir seu número, acredita Raël, já que ele criou uma empresa de clonagem chamada Clonaid, que promete

dar assistência a candidatos a pais, dispostos a ter um filho clonado de um dos dois. Esse serviço oferece uma oportunidade fantástica aos pais com problemas de fertilidade ou casais homossexuais de poder ter um filho clonado a partir de um deles.

Os cientistas dizem que não há nenhuma possibilidade de que a Clonaid realmente funcione no futuro próximo, e descarta seus objetivos como pura fantasia (Cohen). No entanto, a Clonaid deve servir para nos lembrar do que pode acontecer no futuro distante, se não forem desenvolvidos controles sobre a engenharia genética de forma a impedir fanáticos religiosos e lunáticos de conquistarem mais controle sobre o planeta do que eles já têm.

O quartel-general raeliano fica em Montreal, mas a seita é internacional e afirma ter cerca de 50.000 membros em 85 países. Eles têm uma "Página de Provas" em seu website, onde oferecem comprovações das afirmações de seu profeta, aliviando-nos assim do ônus de ter que acreditar por pura fé. Infelizmente, os indícios apresentados provavelmente só irão satisfazer às mentes mais ávidas por ilusão e auto-engano. Por exemplo, as provas históricas são do tipo que Velikovsky, von Daniken e outros mito-historiadores têm fornecido: pegam lendas, histórias e textos religiosos antigos, e os encaixa em suas teorias preconcebidas. Os raelianos também consideram as visões de OVNIS como prova das afirmações de seu mensageiro.

A tentativa deles no terreno das provas "científicas" provavelmente terá algum apelo entre os analfabetos científicos e os deficientes lógicos. Elas não são mais que especulação e pressuposição, justapostas aos fatos. As provas consistem em afirmar que estamos prestes a criar vida em nossos laboratórios e nossas crias provavelmente pensarão que somos deuses. Logo, é razoável concluir que nós fomos criados em laboratório e pensamos que nossos criadores são deuses. O resto das provas "científicas" consiste numa lista de conquistas científicas que, eu suponho, imaginam ter acontecido em algum outro lugar, antes que as formas de vida no nosso planeta pudessem ter sido criadas em laboratório. Tudo isso é irrelevante para a questão principal de se isso aconteceu mesmo em algum lugar há 25.000 anos.

Aparentemente, os raelianos não se incomodam com a imagem um tanto absurda de uma raça de seres superiores trabalhando por milhares de anos em laboratórios para criar todos os nossos insetos, fungos, bactérias, vírus, etc., sem falar em todas as suas criações que foram extintas. Por que algum ser faria tal coisa? E por que esperariam 25.000 anos para revelar sua obra a um piloto francês de carros de corrida que descobriu o OVNI deles num vulcão? E então dizerem a ele que a mensagem é que clonemos a nós mesmos para que possamos ser imortais. Por outro lado, será que essa história é mais estranha que as da Bíblia?

A grande surpresa nos argumentos deles é a prova de que a evolução não poderia ter ocorrido. Alegam que os cientistas descobriram que os genes têm um mecanismo de reparo do DNA (o p53) que evita as mutações, um processo importante na evolução. As espécies não poderiam ter se diversificado se esse mecanismo estava presente. Inicialmente pensou-se que o p53 fosse um oncogene, mas hoje acredita-se que seja anti-oncogênico. Pouco importa aos raelianos, creio eu, que o próprio p53 sofra mutações. E é pura especulação da parte deles que o código genético inteiro de todas as espécies sempre consista em genes que impedem as mutações de ocorrerem. Mesmo se eles estiverem certos, entretanto, não significa que a história absurda do OVNI de Vorilhon seja verdadeira. Pergunte aos assim chamados cientistas da criação, aos cientologistas, aos urantianos, aos seguidores de Barbara Marciniak ou ao UFO Billy, aos membros remanescentes do Heaven's Gate, ou aos membros sobreviventes de outras religiões OVNI.

De qualquer forma, se os raelianos estiverem certos, mal posso esperar para perguntar aos Elohim por que eles criaram os mosquitos. Enquanto isso, talvez eu aceite a oferta de Raël de US$2.000 para qualquer um que iniciar uma nova religião.

Veja verbetes relacionados sobre seitas, pleiadianos, e  ETs & OVNIs.

leitura adicional

©copyright 2000
Robert Todd Carroll

traduzido por
Ronaldo Cordeiro

Última atualização: 2000-09-25

Índice